mp

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

O Mundo ao contrário

O comboio está quase cheio: Queluz-Lisboa. Na Amadora, entra um molho de gente. Pelo meio, um tipo e uma tipa de 20 e poucos anos. Juntos, sentam-se em bancos distantes.
Como é normal, ninguém fala. Tirando eles… mas por gestos. E eu a olhar, curioso com o tema que suscita tão agitada "conversa".
Estarão a discutir? Ou apenas a falar de uma banalidade do dia-a-dia de qualquer mortal? Alguém terá a braguilha aberta? Serei eu? Na ignorância completa, acabo por sair do comboio em Entrecampos.
Porque é que os surdos não vêm com legendas?

1 Comments:

Blogger © CAMERAMAN METALICO said...

Amigo!
Há cursos de linguagem gestual na internet... ainda estás a tempo de aprender.
Abraço - CM

11:40 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home