mp

domingo, setembro 18, 2005

Aquilo que os roteiros nao dizem

Apos horas a andar por Antuerpia, comecei a estranhar ver tantos homens de chapeu sempre igual, roupa preta, barbas enormes e trancas estranhas, mesmo entre os miudos. E nao percebia porque. Cheguei a pensar se nao me tinha enganado no caminho e ido parar ao muro das lamentacoes, em jerusalem...
So qd fui para aquilo a q os roteiros chamam as tres ruas q fazem da cidade da flandres Capital Mundial do Diamante e q percebi que eram estes judeus ortodoxos quem, em grande parte, dominavam o negocio. Sendo donos das lojas ou andando pela rua e entrando em verdadeiros bancos de diamantes sempre com a sua misteriosa mala preta na mao.
Apesar de ate incluirem uma parte sobre um verdadeiro hipermercado do sexo livre - mas pago - em Antuerpia, nenhum roteiro da cidade me tinha dito q iria encontrar esta curiosidade q achei fascinante.


PS. Desculpem os erros, mas este teclado ja e estranhissimo - e ainda nao cheguei ao leste da Europa...
Hoje tambem houve dia sem carros em Lx, ponto de interrogacao q nao encontro...


Abracos de Bruxelas. Daqui a duas horas parto para Hamburgo.

Etiquetas: ,

1 Comments:

Blogger Zé Pedro said...

Não houve dia sem carros. E era uma iniciativa tão gira.

12:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home