mp

terça-feira, outubro 04, 2005

Deus ou o acaso da genetica

A cidade esta cheia de turistas. é o centro urbano medieval mais bem preservado da regiao, garantem os roteiros turistico. No terreno, tudo o que ha para ver em Talin percorre-se numa manha. E, mesmo assim, a um ritmo muito lento.
Mas se pouco ha para ver na capital da Estonia, porque é que os turistas nao a largam? Duas palavras respondem rapidamente: alcool e mulheres sao as principais razoes que trazem tantos suecos, filandeses e sobretudo ingleses para este pequeno pais Baltico.

Sobre a primeira razao, nao posso falar muito. Nao sou especial apreciador e apenas posso dizer que comparado com os precos daqueles ricos paises europeus (que nao Portugal), por aqui beber fica mesmo mais barato.

Antes de decidir atravessar o Mar Baltico de novo, desta vez para Sul, tinham-me avisado que as estonianas eram lindas. "Ok", pensei eu. "Depois das suecas e norueguesas, nada me vai surpreender". Enganei-me redondamente.
Neste pequeno pais, encravado entre a Europa Central, do Norte e Russia, onde mais de um terco da populacao fala algo que nao o estoniano, Deus ou o acaso da genetica da mistura de racas, criou das mulheres mais interessantes do Planeta.
Nao digo que sao melhores do que as vizinhas da escandinavia. Mas se ali so ha louras, por aqui ha de tudo um pouco. Louras, morenas ou ruivas. Altas, medias ou baixas. Mais ou menos produzidas. E ate a idade parece nao as afectar tanto como por outras paragens.
Nas ruas, elas parecem ser muito mais do que os homens. E o dificil é encontrar uma mulher feia. Trabalhar nas obras em Talin sera, provavelmente, a profissao mais atarefada do mundo...
Alem disso, garantiu-me um sueco de origem indiana que encontrei na cidade, na Estonia "elas cuidam-se. Nao jantam para se manter na linha. Na Suecia nem se preocupam com isso".
Se a historia e verdade ou nao, nao sei. Os resultados, esses, estao bem a vista e servem, pelo menos, para atrair turistas e dinheiro para este recem membro da Uniao Europeia, que parece ser o mais desenvolvido dos tres pequenos paises Balticos. Como me explicou um australiano que viajava ha meses: "Estou farto de monumentos e cidades bonitas. I want pussy!!!"

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Here's how to make blogging pay
Keeping an online journal, or blog, can be rewarding. You can use it to share opinions or to keep in touch with friends.
You have a great blog here. I don't maintain a good blog, but I do run a home furnishings site. It highlights quality home furnishings, apparel and gift sites. Stop by when you have a chance.

12:06 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Hey, you have a outstanding blog here! I will certainly recommend your blog to my colleagues ! I have an harmful smoking effects site. It just about handles everything that relates to harmful smoking effects material. If you can make the time, please come and check it out.

12:07 da manhã  
Anonymous Antunes said...

hehe... pronto, pelo menos a oliveirinha vai ficar um bocadinho mais contente. mas não te admires se ela te pedir mais pormenores... camionista é mesmo assim.

acho que não é difícil perceber por que razão ainda estás em talin, depois de, ao chegares, teres pensado logo em ir embora. ~

afinal, para além da barcaça portuguesa que te dá guarida assim tu precises, ainda há gajas boas aos pontapés pelas ruas. Guedes, ou muito me engano ou estás no paraíso :)))

1:23 da manhã  
Blogger Guedes said...

Tenho muita pena, mas ja sai de Talin. Ando e a escrever isto com muitos dias de atraso e ainda me faltaram algumas historias da parte inicial da viagem em que nao encontrava internet.

Abraco

7:52 da manhã  
Anonymous Oliveira said...

Olha Guedes... eu estou sem palavras. Voltas?!

3:06 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home